Henry Purcell: Royal Welcome Songs for King James II
Música para sua majestade


Henry Purcell: Royal Welcome Songs for King James II

Henry Purcell: Royal Welcome Songs for King James II

The Sixteen; Harry Christophers

Coro
COR16151

2017 / CD


Históricos e sempre radicais na forma constantemente inovadora de abordar repertório antigo, com uma perspectiva historicamente fundamentada complementada por um enquadramento contemporâneo da prática em questão. Esta seria uma das muitas facetas que poderiam sair valorizadas de um ensaio sobre a actividade e abordagem estético-interpretativa do agrupamento fundado por Harry Christophers em 1977: The Sixteen.

Neste recente disco de 2017, o grupo britânico (a celebrar 40 anos) dedicou-se a uma temática a partir do título Royal Welcome Songs for King James II, num programa composto por números instrumentais – a Chaconne em Sol menor ou A New Irish Tune in G – que vão intercalando um alinhamento marcado, acima de tudo, por música vocal profana escrita por Henry Purcell (1659-1695) para as festividades dos aniversários do Rei James II (que reinou entre 1685 e 1688), do Ano Novo e para a aclamação do monarca sempre que este voltava para Londres após estadias na periferia, sobretudo em Windsor.
Este disco comprova, uma vez mais, a capacidade eminentemente dramática da música de Purcell, onde tanto na escrita instrumental como nas canções, que constituem o principal «appeal» desde novo CD, se experimenta uma espécie de preâmbulo antecessor da «galanterie» que irá marcar mais a fundo as gerações que sucedem a Purcell - Händel incluído, e em destaque mais tarde no estilo contrapontístico do barroco tardio, o que podia quase perfilar aqui uma tradição musical no barroco inglês.
O programa segue em continuo ao longo das principais obras (dois «Welcome Songs»:  Ye tuneful Muses, raise your heads; Sound the trumpet, beat the drum), com momentos de excelência na intepretação musical, com especial destaque para o baixo Stuart Young – dois bons exemplos são When on my sick bed I languish, com os tenores Jeremy Budd e Mark Dobell, ou em In his just praise your noblest songs let fall – com performances absolutamente fantásticas, com uma articulação e uma capacidade elástica do ponto de vista da afinação e da segurança rítmica. Em perfeita harmonia com solistas e ensemble vocal, o efectivo orquestral apresenta uma assinalável solidez e dinâmica que resultam na perfeição em interpretações de acordo com o alto padrão de qualidade a que Harry Christophers e os seus agrupamentos nos têm habituado ao longo das últimas décadas.

Este programa é um bom exemplo da diversidade de formas musicais nas quais Henry Purcell incutiu um cunho dramático que varia desde ópera, «masques» e semi-operas que compôs, até canções de temáticas variáveis como esta compilação registada neste disco. O som apresenta uma qualidade apreciável, em perfeita sintonia com a linha de alto nível que a Coro (editora) e a discografia dos The Sixteen tem ditado ao longo dos últimos anos. Acresce ainda a diversidade de atmosferas, entre o intimista, e mesmo doméstico por vezes (até nos sentirmos nos aposentos de sua majestade), a par com a vivacidade, rica e majestosa, de outras tantas peças instrumentais e vocais de marcada índole festiva.

Intimismo, sumptuosidade e deslumbre são alguns dos predicados que mais depressa prendem o ouvinte tanto pelo programa como pela forma como o mesmo é apresentado, sob a perspectiva da interpretação musical e da temática que lhe serve de base.

Um CD imprescindível!

Tiago Manuel da Hora

Tiago Manuel da Hora

Produtor e Musicólogo, autor de várias publicações, rubricas e argumentos para espetáculos musicais. Com uma intensa actividade no ramo da produção discográfica, assinando edições nacionais e internacionais, tem sido também responsável pela criação, direcção artística e produção de diversos concertos e espetáculos. É investigador do INET-MD da Universidade Nova de Lisboa, onde dedica as suas atenções ao estudo da produção discográfica.

Artway
APORFEST - Associação Portuguesa Festivais Música
Fnac
Bilheteira Online