Os Azeitonas respondem às questões do XpressingMusic

Os AzeitonasO XpressingMusic orgulha-se de apresentar aos seus leitores Os Azeitonas, uma das bandas nacionais mais solicitadas para concertos ao vivo. Espetáculos nas maiores Semanas Académicas do País e a presença em alguns dos maiores festivais como Rock In Rio, Marés Vivas, Crato, etc. mostram bem o alcance e a popularidade atingida pela música desta banda portuguesa. Em 2011 lançaram o 3º álbum com um DVD que mostra a química transmitida em palco por este fenómeno da música portuguesa. Vamos tentar conhecer um pouco melhor este original projeto recentemente nomeado para Best Portuguese Act nos MTV Europe Music Awards…

A forma descontraída e bem-humorada como levam a vossa carreira levou-nos inicialmente a temer a construção de uma entrevista muito estruturada… De qualquer forma arriscámos na elaboração de uma entrevista com base biográfica. Assim, num primeiro momento, gostaríamos de saber o que leva este grupo de pessoas bem-dispostas a formar este projeto em 2002?… e já agora que explicassem aos nossos leitores o porquê da designação “Os Azeitonas”…
A banda surgiu da amizade que já havia entre nós antes da música e em tom de brincadeira. Primeiro a tocar para amigos, depois bares, etc... No fundo não víamos grande futuro para a banda, íamos ficar por aí. O nome surgiu numas férias em Ibiza, entre copos, gargalhadas e uns acordes da guitarra do AJ veio esse nome à baila. Como não era para ser levado a sério o nome foi ficando.

Setembro de 2003 é o ano da gravação da vossa primeira maquete. O que faltou para que essa maquete fosse convertida em álbum editado?
Os AzeitonasGravámos a maquete para ficar como registo da breve história dos Azeitonas e sem grandes pretensões de uma carreira profissional. Depois cada um foi para seu lado...

O Convite de Rui Veloso para gravar pela “Maria Records” foi um momento de viragem na vossa carreira. O facto de ser o próprio Rui Veloso a convidar-vos deverá ter funcionado como um grande incentivo e ao mesmo tempo credibilizou imenso o vosso trabalho. Concordam?
Sim é verdade. Ficámos surpreendidos com o convite, tanto é que o Salsa estava em Nova Iorque a estudar e o Marlon tinha chegado de uma viagem de 4 meses ao Brasil. Foi o toca a reunir as tropas e entrar em estúdio!

O que vos deixou Um Tanto ou Quanto Atarantado(s) em 2005?
O convite por um lado, saber que havia alguém que acreditava em nós e ainda por cima quem era!

Em 2006, consideraram o concerto d’Os Azeitonas com José Cid e Rui Veloso no Teatro Sá da Bandeira como a atuação de “Pai, Mãe e filhos bastardos do Rock Luso (…)”. Consideram-se mesmo filhos bastardos do Rock Luso?
Consideramo-nos.

2006 foi um grande ano para os Azeitonas. Querem falar-nos um pouco mais desse ano próspero em lançamentos online e em concertos ao vivo?
Sim foi bom. O primeiro ano em que demos concertos um pouco por todo o país. Tivemos um concerto no Teatro Sá da Bandeira no qual convidamos o José Cid e o Rui Veloso, foi memorável! Estivemos num Coliseu do Porto esgotado como convidados do Rui Veloso aquando da comemoração dos seus 25 anos de carreira. Tocámos com ele a música “Silvia Alberto”. Música essa que tínhamos lançado pouco tempo antes no nosso site. No fim desse ano lançámos também online uma música de Natal.

Os Azeitonas Salão AméricaÉ certamente com orgulho que hoje olham para trás e lembram temas como “Queixa a Cupido” que fez parte da Banda Sonora da Telenovela “Despertar”, da TVI, ou ainda “Quem és tu miúda” que ilustrou cenas da telenovela “Morangos com Açúcar” e “Tu Pertences a mim” presente na telenovela “Deixa-me Amar”…
É verdade. Foram músicas que nos ajudaram a lançar a nossa carreira a nível nacional.

Em 2008 vêm mais uma vez as vossas músicas na telenovela “Rebelde Way” da Sic, e em “Despertar” da TVI. As telenovelas funcionam como um dos principais veículos de transmissão dos vossos temas para o grande público?
Não diria principal, mas sem dúvida um ótimo canal de divulgação.

Podem partilhar connosco o significado dos anos 2009 e 2010 para o vosso projeto? Foram anos de fruição do palco? Podemos dizer que o 3º álbum/DVD lançado em 2011 resulta desta fruição?
Foram anos com um volume considerável de concertos e com isso a banda ganhou bastante rodagem de palco o que é bom para elevar a qualidade do espetáculo. As nossas músicas ao vivo têm arranjos um pouco diferentes da versão em disco e com o passar dos anos foram ficando cada vez mais diferentes do original, para melhor pensamos. Por isso achámos uma boa ideia registar esses momentos em DVD.

O XpressingMusic agradece a vossa amabilidade e simpatia em aceder ao nosso convite. Queremos também felicitar-vos pela nomeação para “Best Portuguese Act nos MTV Europe Music Awards”. Terminamos com uma questão exatamente sobre este facto. Esta nomeação era algo esperada por vós depois de toda a caminhada cursada desde 2002?
Obrigado. Não estávamos nada a contar com ela. Mas claro que é muito bem-vinda e ficamos muito contentes por ser nomeados! Desde o início que não tínhamos pretensões de uma grande carreira, por isso para nós chegar até aqui já é uma grande vitória! Olhando para trás realmente já passaram dez anos... Quem diria!

Os Azeitonas

Artway
APORFEST - Associação Portuguesa Festivais Música
Fnac
Bilheteira Online