Rônei Rocha fala-nos do seu projeto de Educação e Estimulação Musical

Rônei RochaO projeto chama-se Entre Notas e aposta na produção e comercialização de material didático para a área da Educação Musical. O mentor do projeto, Rônei Rocha, explica aos leitores do XpressingMusic como surgiu a ideia de iniciar um projeto deste género e como ele se pode constituir como uma mais-valia para a estimulação musical das crianças. Rônei Rocha é professor, músico e compositor. Licenciado em Música, o nosso entrevistado é Educador Musical na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro. No projeto Entre Notas é acompanhado pela arquiteta e ilustradora, sua esposa, Silvia Nardi e pela principal fonte de inspiração, Miguel Nardi, filho do casal.

Rônei, muito obrigado por ter aceitado o nosso convite para esta entrevista. Fale-nos um pouco deste projeto "ENTRE NOTAS".
Eu é que agradeço o convite e a oportunidade de falar um pouco sobre a Entre Notas.
Bem, a Entre Notas é um selo que produz e comercializa, pela internet, livros, CDs e jogos voltados para a educação e estimulação musical, além de vender CDs de música instrumental brasileira e "camisetas" (t-shirts) com motivos musicais.

Os vossos livros e CD's são comercializados somente no Brasil? Já equacionaram a hipótese de vender para outros países de língua portuguesa?
Bingo Sonoro Entre NotasUma das vantagens de vender pela internet é que podemos vender para o mundo todo e estamos analisando a melhor forma de fazer isso. Atualmente, por uma questão técnica, a plataforma onde alugamos um espaço para venda, ainda não disponibiliza a opção de pagamentos com cartões de crédito internacionais. Mas, caso alguém tenha interesse em adquirir um de nossos produtos, basta escrever para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., informar o que deseja que eu posso enviar, por e-mail, um link com uma ordem de pagamento via PayPal.

O Rônei considera o jogo muito importante para o processo de aprendizagem musical?
Penso que a musicalização, ou vivência musical, deve preceder ao estudo do instrumento. As brincadeiras, os brinquedos cantados e os jogos são importantíssimos nesse processo porque podemos fazer com que as crianças vivenciem e incorporem, de forma natural e prazerosa, alguns fundamentos da música. São esses jogos e brincadeiras que vão despertar nas crianças o interesse pela música e essa é a principal missão do educador musical.

Quais as suas principais influências? Considera que as metodologias que têm vindo a ser estudadas desde o início do Século XX ainda podem conter alguma atualidade?
Rônei RochaAs minhas principais influências como formação de músico são: o guitarrista e violonista Toninho Horta, Tom Jobim e o guitarrista americano Pat Metheny. Relativamente às metodologias, penso que todos os métodos nos trouxeram, e ainda trazem algum tipo de contribuição. Identifico-me com os métodos Kodály para solfejo e a prática Orff no uso do corpo como instrumento de percussão e em jogos de improvisação e criação. No geral, faço um mix de vários métodos.

Para dar início a este projeto, teve alguns apoios do estado?
No Brasil existem algumas leis de incentivo à cultura onde as empresas recebem isenções fiscais, mas isso demanda tempo e uma pessoa especializada que conheça bem a lei e que tenha disponibilidade para contactar as empresas. O meu projeto é totalmente independente e foi feito com recursos próprios. Talvez pelo meu espírito empreendedor e de não gostar muito de depender dos outros. Quando quero alguma coisa, vou lá e faço.

Já alguma vez passou pela sua cabeça disponibilizar material didático gratuitamente na sua plataforma online? A venda de T-shirts e outro tipo de merchandising poderá constituir-se como uma forma de garantir uma melhor sustentabilidade do projeto?
Como a Entre Notas é um projeto todo feito com recursos próprios, preciso de ter retorno do capital investido, mas já fiz algumas doações para instituições de caridade. Também disponibizamos no site o "Jogo da Memória – Instrumentos de Percussão" para ser jogado online gratuitamente. Basta acessar: www.entrenotas.com.br/jogos-online.
Sim, as camisetas (t-shirt's) vieram nesse contexto. Caso contrário a Entre Notas seria um site de um livro só. Toda a idéia da Entre Notas surgiu por causa do primeiro livro "Eco, Reflexo do Som" voltado para musicalização infantil. E para não ficar somente com um produto no site, fui pensando em outras coisas: as camisetas, os CDs de música instrumental dos amigos... eu não tinha dinheiro para publicar vários livros e produzir vários jogos. Começamos devagar e estamos indo bem. A Entre Notas completou um ano de vida.

Miguel NardiO seu tempo é repartido entre as aulas de educação musical que leciona e o projeto Entre Notas. Já pensou em dedicar-se exclusivamente ao projeto Entre Notas?
Um trabalho complementa e alimenta o outro. As idéias dos livros, jogos e músicas que crio, nascem da necessidade de ter material para ser usado nas minhas próprias aulas de música.

Este projeto acaba por ser um projeto de família. Foi uma forma de conseguir estar mais tempo com a Silvia Nardi e com o Miguel?
Não foi intencional, mas o projeto nos uniu naquilo em que nós mais nos identificamos: a arte e a educação. E o Miguel é o nosso principal elo e fonte de inspiração. É muito gostoso trabalhar em família, eu adoro.

Muito obrigado por nos ter dedicado um pouco do seu tempo. Pode desvendar quais os próximos projetos da Entre Notas que aí vêm?
Muito obrigado pelo convite, foi um prazer. O próximo projeto da Entre Notas será um jogo. O "Jogo da Memória - Músicas Folclóricas" (não definimos um nome ainda). Será um jogo onde as crianças serão estimuladas em sua memória, percepção auditiva melódica e ritmica. Além de terem acesso às canções folclóricas brasileiras.

Rônei Rocha

Artway
APORFEST - Associação Portuguesa Festivais Música
Fnac
Bilheteira Online