OBRA PREMIADA | 1º Concurso de Composição Festival Internacional In Spiritum | Prémio Joaquim Simões da Hora

"Cantate Domino Canticum Novum" de Daniel Bondaczuk de Castro Lobo, foi a obra vencedora da 1º edição do concurso, sendo-lhe atribuído o Prémio Joaquim Simões da Hora.

premio joaquim simoes hora 2

O concurso (com direção de Tiago Hora e Vanessa Pires) faz parte do Festival Internacional In Spiritum, com direção artística de Marco Brescia e Rosana Orsini.
O concurso é organizado em co-produção entre a direção do Festival (Associação Cultural In Spiritum) e a Artway.
A primeira edição do concurso foi dedicada à composição para os 2 órgãos da Igreja dos Clérigos. O Júri foi composto por especialistas de reconhecido mérito nacional e internacional. O mesmo foi então formado por Nuno Côrte-Real, João Vaz e Javier Artigas.

O prémio será entregue em cerimónia pública no próximo dia 2 de abril de 2015 nos Paços do Concelho da Câmara Municipal do Porto.
A obra vencedora, "Cantate Domino Canticum Novum" de Daniel Bondaczuk de Castro Lobo, será estreada no concerto de encerramento do Festival no dia 3 de maio de 2015, pelos organistas João Vaz e Javier Artigas.
A segunda edição do "FESTIVAL INTERNACIONAL IN SPIRITUM" decorre entre 30 de abril e 3 de maio de 2015.

Daniel Bondaczuk é um jovem compositor brasileiro que aos 30 anos de idade vive com sua família nos Estados Unidos, onde faz mestrado em composição na Middle Tennessee State University. Pianista e organista, seu primeiro contacto com o órgão ibérico se deu em Tiradentes, MG no ano de 2002. O instrumento que na época se encontrava sem uso veio a ser restaurado em 2008, e entre 2010 e 2014 o jovem músico teve a oportunidade de se apresentar diversas vezes como convidado na série de concertos semanais curada pela organista e professora Elisa Freixo. Daniel foi por nove anos músico na Catedral Anglicana de São Paulo, e paralelamente a sua carreira de instrumentista também se dedicou a escrever música tanto como compositor quanto como arranjador. Isso lhe rendeu a oportunidade de participar direta e indiretamente da produção de mais de cinquenta discos de música brasileira enquanto se aperfeiçoava para desenvolver a sua própria linguagem musical. "Compreender a diversidade da música" tem sido sua meta, e os resultados tem se apresentado de formas surpreendentes. Em 2014 o disco "Reencontro" de Cauby Peixoto e Angela Maria arranjado e dirigido por ele foi premiado e três categorias, incluindo melhor disco, no "25º Prêmio da Música Brasileira". Nos Estados Unidos sua peça "Gloria" para coral e órgão venceu o concurso de composição em comemoração ao aniversário de 150 anos da Igreja Episcopal St. Mark em Evanston, IL e o quinteto de sopros "A Procissão" foi escolhido para a final do concurso de música de câmara da South Dakota Symphony.

Partilhe

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Faça login para poder comentar. Login opcional abaixo.

Artway
APORFEST - Associação Portuguesa Festivais Música
Fnac
Bilheteira Online